28/11/16

La mia Bella e cara Famíglia Andretta, di Província di Andretta nella mia bella Italia, a Brasile, dove ampliato è ancora più nostro discesa.

La Casata Andretta, alias Andreetta e Andreati, figura tra le più antiche famiglie nobili di Cenada (Treviso) e fu confermata nella sua nobiltà con sovrana risoluzione del 28 ottobre 1823.



O nome "ANDRETTA" deriva do nome ANDREI - familia de origem russa- dissidente do regime czarista vigente na Russia Imperial.

O escudo está dividido em 4 sessões, contendo na parte superior direita a águia mítica representativa do império russo - ORIGEM DA FAMÍLIA- . No canto inferior esquerdo encontra-se a cruz ortodoxa, representando que a familia tinha como credo o catolicismo.


Os quadrantes superior esquerdo e inferior direito representam que os membros da familia ANDREI praticavam o comércio de madeira e tecidos, sendo que as quatro faixas transversais na cor magenta indicam a mercancia de tecidos e o fundo em carvalho claro identifica o comercio de madeira.



22/11/16

Advogados são presos por suspeita de ajudar facção em SP Entre os detidos está o vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos de São Paulo, Luiz Carlos dos Santos. "Que moral tem esse povinho para questionar o trabalho de Agentes penitenciários e Agentes Socioeducadores?".

Por G1 São Paulo
22/11/2016 07h43  Atualizado há 3 horas

Operação prende advogados ligados a facções criminosas em São Paulo
A Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo realizam nesta terça-feira (22) uma operação para prender 41 pessoas que seriam ligadas a uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios paulistas. A operação, batizada de Ethos, acontece simultaneamente em cerca de 20 municípios. Até as 10h, pelo menos 33 suspeitos já haviam sido presos – a maioria advogados.
Entre os detidos está o vice-presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos (Condepe), Luiz Carlos dos Santos, que foi detido em sua casa em Cotia, na Grande São Paulo. Ele é suspeito de receber R$ 4,5 mil por mês da organização criminosa.

Ele e os outros advogados são suspeitos de movimentar dinheiro do crime organizado em suas contas bancárias e ainda de ajudar a criar uma espécie de banco de dados com os nomes e endereços de agentes penitenciários e de seus parentes. Essas pessoas poderiam ser mortas quando a facção julgasse necessário.

Os policiais foram também no início da manhã à sede do Condepe, no Centro de São Paulo, para apreender objetos e o computador usado por Luiz Carlos dos Santos. O G1 procurou o Condepe para comentar a detenção de seu vice-presidente, mas a presidente do órgão, Maria Nazareth Cupertino, disse que só vai se posicionar no fim da tarde desta terça, "quando entender de fato o que está acontecendo".

Criado em 1991, o Condepe é um órgão focado na preservação dos direitos dos cidadãos. Apesar de estar ligado à Secretaria da Justiça e Cidadania do governo estadual, onde inclusive funciona a sua sede, o Conselho é autônomo. Ou seja, o Poder Executivo indica um representante para a entidade, mas não tem participação no processo eletivo de seus conselheiros ou em sua administração.


 Suspeitas do MP
A investigação começou em Presidente Prudente, onde estão dois presídios de segurança máxima. Em maio de 2015, uma carta foi interceptada por um agente penitenciário, durante procedimento de varredura de rotina. A partir dela, a Polícia Civil descobriu uma célula denominada “sintonia dos gravatas” – modo como é tratado o departamento jurídico da facção criminosa. Ela foi criada inicialmente para prestação de serviços exclusivamente jurídicos aos líderes da facção, mas acabou evoluindo, e seus integrantes passaram a ter outras funções na organização.
Atualmente essa célula simulava visitas jurídicas aos líderes presos, fazendo elo de comunicação de atividades criminosas entre os presos e aqueles que estão em liberdade, em “verdadeiras relações de promiscuidade”, segundo a Polícia Civil.
Ainda de acordo com a polícia, dois advogados, integrantes da célula, prometeram à liderança da organização que conseguiriam se tornar conselheiros do Condepe. Como não conseguiram, realizaram a aproximação a Luiz Carlos dos Santos e ofereceram dinheiro em troca de “serviços escusos” do Condepe.


Prisões no Oeste Paulista

Até as 8h desta terça, seis advogados foram presos na região de Presidente Prudente. No Oeste Paulista, a ação ocorre, além de Prudente, em Presidente Venceslau, Pirapozinho e Estrela do Norte. Na casa dos detidos, os agentes apreenderam documentos.
Segundo a polícia, o durante as investigações que advogados, por meio de pagamento de propina a pessoas envolvidas em órgãos do Estado, visavam concretizar o objetivo da facção criminosa, que seria o financiamento e controle de agentes públicos e colaboradores, característica primordial da definição de crime organizado.
A ação realizada no Estado envolve o trabalho de 159 delegados, 459 policiais civis, 65 promotores e 167 viaturas.

Ação em outras cidades

Ao menos quatro pessoas foram presas em Campinas e região – dois são bacharéis em direito e dois são advogados. Eles também são alvo de mandados de busca e apreensão.
De acordo com as primeiras informações do MP à EPTV, afiliada da TV Globo, os advogados são suspeitos de dar apoio a uma facção criminosa que atua no estado de São Paulo.

18/11/16

Meninas são espancadas em unidade da Fundação Casa, dizem mães.

Centro de Internação Feminina da Fundação C.A.S.A. de Taipas é destaque na mídia investigativa:
"Unidade em Taipas teria vivido manhã de torturas na sexta (11). Governo nega: diz que unidade é 'modelo' e tem até piscina...".acessem o link abaixo.

09/11/16

A SOCIOEDUCAÇÃO NA INSTITUIÇÃO DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM SÃO PAULO EXISTEM, OU É SÓ PARA INGLÊS VER ?

SOCIOEDUCAÇÃO: ORIGEM, SIGNIFICADO E IMPLICAÇÕES PARA O ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO

Cynthia Bisinoto Evangelista Oliveira, Olga Brigitte Oliva, Juliana Arraes, Carolina Yoshii Galli, Gustavo Amorim, Luana Alves Souza

Resumo


A noção de socioeducação surgiu no Estatuto da Criança e do Adolescente quando da implementação das medidas socioeducativas, representando importante conquista na atenção e intervenção com adolescentes autores de atos infracionais. Contudo, apesar de representar um avanço, o estatuto pouco esclareceu sobre a concepção de socioeducação que pudesse subsidiar intervenções efetivamente promotoras do desenvolvimento dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. Buscando superar a fragilidade e imprecisão do que se entende por socioeducação, o presente artigo apresenta e discute elementos conceituais e teóricos relativos à socioeducação e às práticas socioeducativas, almejando contribuir para conferir maior clareza e intencionalidade às práticas profissionais daqueles que trabalham diariamente com adolescentes em medida socioeducativa. Partindo da concepção de educação social, a socioeducação é um conjunto articulado de programas, serviços e ações desenvolvidos a partir da articulação entre práticas educativas, demandas sociais e direitos humanos com o objetivo de mobilizar nos jovens novos posicionamentos sem, contudo, romper com as regras éticas e sociais vigentes. Desdobra-se desse entendimento que, além do processo judicial, a medida socioeducativa contempla ações articuladas e em rede que por meio de ações pedagógicas e intencionais têm o potencial de oportunizar a ressignificação das trajetórias infratoras e a construção de novos projetos de vida. Aos gestores e profissionais responsáveis pela execução do atendimento socioeducativo compete problematizar os significados cristalizados e reducionistas, de maneira a considerar o cometimento de atos infracionais como fenômeno complexo e multideterminado sobre o quais ações socioeducativas de cunho crítico e emancipatório podem gerar rupturas transformadoras.

Palavras-chave


Educação; medidas socioeducativas; políticas públicas.
_________________________________________________________________________

Vejam o que a Fundação CASA do Estado de São Paulo Construiu:(Porém não funciona).

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO CASA.

Todos os centros socioeducativos da Fundação CASA pautam o atendimento por meio do plano político-pedagógico, também conhecido pela sigla PPP. Anualmente, cada um dos centros socioeducativos da instituição – sejam eles de atendimento inicial, internação ou de semiliberdade – fazem a revisão do PPP, com a participação de todos os funcionários.

O PPP é o que vai determinar, a partir de um diagnóstico da realidade do centro, qual será o modelo de atenção e o referencial teórico de trabalho.

Ele também é o ponto de partida de todo o planejamento estratégico da Fundação CASA. Isso porque, depois de discutido no centro, o PPP serve de base para que cada uma das 11 Divisões Regionais da Fundação CASA façam seu planejamento estratégico localizado. E, de maneira ascendente, todas as regionais, a partir dos seus PPPs, participam do planejamento da Fundação como um todo.




Como se constrói um PPP
Abaixo, segue um roteiro seguido pela equipe multiprofissional de cada centro socioeducativo da Fundação CASA para construir seu PPP. 

Os centros de atendimentos da Fundação CASA devem, anualmente, elaborar seu plano político pedagógico e este deverá compor o corpo do planejamento da Divisão Regional. O plano deve ser discutido por toda a equipe do centro, sob a coordenação do diretor e orientação da encarregada Técnica da Divisão Regional/Assistente de Direção.

O Plano deve conter o diagnóstico de realidade, o modelo de atenção e seu referencial teórico.



I - O diagnóstico de realidade deve considerar:

1 – Objetivo do Centro, dentro da missão da Fundação

2 – Perfil de Atendimento do Centro:
  • Capacidade instalada em Portaria;
  • Capacidade física;
  • Caracterização no cumprimento da medida (primeira internação, duas internações, múltiplas internações);
  • Faixa etária;
  • Caracterização do centro (descrição física e modelo arquitetônico);
  • Caracterização do município sede do centro;
  • Caracterização do corpo funcional contemplado:
a. Funcionário, cargo, função, formação;
b. Afastados;
c. Readaptados.

3 – Perfil dos adolescentes atendidos:
  • Perfil dos adolescentes e de suas famílias;
  • Caracterização da região de moradia do adolescente;
  • Oferta profissional, na região de moradia do adolescente;
  • Levantamento da rede socioassistencial para atendimento das famílias e adolescentes.

II - Modelo de atenção e referencial teórico

O modelo de atenção deve ser colocado de forma a dar respostas aos achados do diagnóstico de realidade do centro socioeducativo. A oferta de serviços na área de saúde, pedagógica e segurança e disciplina devem contemplar a caracterização do centro e seu objetivo, tendo como foco o atendimento ao adolescente e à família. Neste sentido, os recursos humanos e os recursos e subsídios com os quais o centro pode contar tornam-se meios e estratégias para a realização do atendimento socioeducativo.

No plano político-pedagógico, a definição e a adoção de um modelo de atenção são as bases para o estabelecimento de ações que deem as respostas às necessidades detectadas no diagnóstico de realidade do CASA.

O centro não é um ente estático e imutável. Muito pelo contrário, é dinâmico, performático e muitas vezes inadequado ao modelo de atenção despersonificado. O centro é dinâmico porque seu objeto de atenção é dinâmico e mutável, os adolescentes são passíveis de performances muitas vezes não conhecidas e não percebidas, o que torna a atenção alvo de revisita constante.
_________________________________________________________________________

Comentário de :Leandro Andretta.


As unidades de atendimento do maior estado da união deveriam ser assim:
                                                                  Imagem extraída do Google
Imagem extraída do Google

Porém, devido sua má gestão, por sua incapacidade e ineficácia de políticas públicas e por serem contraditórios a seus próprios planejamentos, infelizmente são assim:
                                                                   Imagem Extraída do Google
Imagem Extraída do Google


E os servidores ficam assim:(Reféns, verdadeiras vítimas deste sistema falido e abandonado).



Imagens Extraídas do Google

Isso quando não terminam assim:(E sem qualquer apoio ou acompanhamento prestado a família). Francisco Calixto foi cruelmente assassinado em seu horário de trabalho dentro do centro de atendimento CASA Marília, o servidor dizia que acreditava em que um dia o sistema iria funcionar como se deve, tinha 15 anos de serviços exemplarmente prestados, conforme reportagem do Diário de Marília o servidor foi mais uma vitima da omissão da atual gestão da instituição vejam: http://www.diariodemarilia.com.br/mobile/noticia/148730/diario-recebe-denuncia-sobre-motivos-da-rebeliao-e-morte-na-fundacao-casa

Imagens Extraídas do Google


Ao mesmo tempo que a instituição quer ensinar como se constrói um PPP, dizendo que o diagnóstico da realidade deve ser considerado que os objetivos dos centros de atendimento devem estar dentro da missão da Fundação CASA já cai tudo por terra, pois todos nós cidadãos comuns ou servidores sabemos que nenhum centro de atendimento atendem os perfis acima exigido por seu plano, diariamente podemos ver e presenciar servidores denunciando as diversas atrocidades que a Gestão da instituição faz com eles deixando-os com um corporativo funcional altamente defasado, com uma superlotação de internos de múltiplas passagens, de faixa etárias diversas, de municípios distantes e principalmente de diversos graus de riscos, dificultando o trabalho dos servidores e colocando em risco eminente as vidas tanto dos internos quanto dos próprios servidores. Já quanto ao suposto modelo de atenção e referencial teórico segundo os servidores também não passa de balela dita e escrita pela atual gestão da instituição.

E agora, o que acha, será que existe socioeducação no estado mais rico da união ou é só para Inglês ver ?

Assinado: Leandro Andretta.

31/10/16

Rebelião na FUNASE de Caruaru, PE deixa sete internos mortos.

31/10/2016 08h10 - Atualizado em 31/10/2016 11h23

Sete internos são mortos durante rebelião na Funase de Caruaru, PE

Seis deles foram queimados; um foi mutilado, segundo a Polícia Militar. 
Desentendimento entre socioeducandos teria motivado o tumulto, diz PM.

Do G1 Caruaru

Rebelião na Funase de Caruaru foi controlada por volta das 0h desta segunda-feira (31)  (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)Rebelião na Funase de Caruaru foi controlada por volta das 0h desta segunda-feira (31) (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)
Sete internos foram mortos durante uma rebelião na noite do domingo (30) na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Caruaru, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, dos sete, seis morreram queimados e um foi mutilado. Três vítimas tinham 14 anos, duas tinham 15, uma 17 e outra 18.

Por telefone, a assessoria da Funase informou ao G1 que "brigas entre grupos rivais causaram a rebelião e as mortes". Na nota ainda consta que "os adolescentes queimaram colchões e causaram destruição de móveis e objetos da unidade. Quatro ficaram levemente feridos e foram levados a unidades de saúde para curativos".

A Funase ainda informou que "está identificando os adolescentes acusados pelas mortes e pelos danos ao patrimônio. Eles serão conduzidos à Delegacia de Caruaru, que dará início às investigações sobre os homicídios".

Ainda segundo a PM, os socioeducandos incendiaram uma das áreas do módulo dois da unidade após um desentendimento. O Corpo de Bombeiros foi acionado pela polícia após o incêndio e - ao apagarem o fogo - encontraram sete corpos. Seis adolescentes foram carbonizados e um estava com um afundamento no rosto e as mãos decepadas, conforme informou a polícia.

Os corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. A rebelião foi controlada por volta das 0h desta segunda-feira (31). Até o momento, a PM não divulgou os nomes das vítimas.

____________________________________________________________________________________

Foto Enviada via redes sociais: Naifas(Armas artesanais feitas pelos internos).As mesmas foram usadas para degolar e cortas as mãos de um dos internos, os outros seis morreram queimados por outros internos que eram seus rivais. As imagens não foram postadas por serem fortes demais, mas tenho em meu poder cada uma delas. 


.

25/10/16

ATENÇÃO ! RESGATE DE DEZ INTERNOS DA FUNDAÇÃO CASA.

Resgate de 10 dos 20 internos que se encontravam em cumprimento de medida socioeducativa em unidades de internação da DRM V da Fundação CASA no clube do Corinthians com direito a trocas de tiro e tudo mais, segundo informações ainda que os bandidos atiraram contra os 05 agentes que faziam o acompanhamento, graças a deus nenhum servidor ficou ferido, os internos haviam sido autorizados para a famosa "saída recreativa", quando miliantes armados chegaram e resgataram os protegidos dos direitos dos manos.

Estamos aguardando mais informações e como sempre já sabemos a fala da corregedoria punitiva da instituição "Iremos apurar as veracidade dos fatos e tomaremos as medidas que se fizerem necessárias assim que forem devidamente esclarecidas ", contra os servidores é claro.

Isso é uma vergonha.

10/10/16

Alexandre de Moraes ou Berenice Maria Giannella ? " FEBEM X Fundação CASA " a saga continua.

Alexandre de Moraes ou Berenice Maria Giannella ? " FEBEM  X  Fundação CASA " a saga continua.
https://1.bp.blogspot.com/-IW4TAxJLkwU/V3pzDt2QNLI/AAAAAAAAPV0/AhnnlwnsBJMh0KHwXP0dYbTEPJSHVN-IgCLcB/s1600/feb_pqn.jpg
Imagem extraída do Google
https://3.bp.blogspot.com/-TP-nXpKoDqw/V3pzOsBS6eI/AAAAAAAAPV4/jZYh-Pgmg5UW9cNFdAcVtJuqs9wQh6DzwCLcB/s1600/download.png
Imagem Extraída do Google

Mudar a razão social serviu somente para dar a continuidade a uma gestão omissa, ditadora e fazer de conta que tudo mudou, continua faltando de tudo, tanto para internos quanto para servidores, até hoje, todos pedem socorro às autoridades competentes, que por sua vez ignoram os gritos de socorro da sociedade, permitindo o sucateamento da socioeducação do maior estado brasileiro, é uma vergonha tanto para a política de estado, quanto para as autoridades que fazem de conta não ouvir e não enxergar tais atrocidades.

É inadmissível que após onze anos desta gestão da maior instituição de acolhimento e ressocialização de menores, ainda tenhamos os mesmos ou piores problemas que tínhamos na gestão anterior, destacando que a gestão anterior tinha como Presidente o Senhor Alexandre de Moraes, atual ministro da justiça do governo golpista (PMDB).

Alexandre de Moraes é, e sempre será lembrado por todos (as) servidores (as) da FUNDAÇÃO CASA, por seus diversos atos inescrupulosos cometidos em sua turbulenta gestão, omissa e acima de tudo inconstitucional, sendo a pior delas quando ele, sem base legal alguma decidiu demitir 1751(MIL SETECENTOS E CINQUENTA E UM) servidores de uma só vez, alegando que todos (as) eram torturadores (as), na época este Senhor que se diz conhecedor e aplicador das Leis, teve a capacidade de enviar a tropa de choque, aos grandes complexos da instituição FEBEM, onde todos (as) os funcionários (as) foram indevidamente e ilegalmente retirados de seus locais de trabalho, sem que tivessem sequer o direito de retirarem seus pertences pessoais, ocasionando um verdadeiro caos à instituição, e, em razão da ausência de servidores, houveram inúmeros casos de rebeliões e ataques físicos aos poucos servidores que restaram nas unidades, chegando a triste situação de óbitos tanto de servidores quanto de internos.

É do conhecimento de todos que o sindicato ingressou com ação judicial contra tal ato (demissão em massa), obtendo êxito na Justiça, causando efetivo ÔNUS AO ERÁRIO, tendo em vista que houve a declaração da invalidade das demissões e consecutiva determinação de reintegração desses funcionários desligados ilegalmente, sendo que a conduta daquela gestão poderia ser caracterizada nos CRIMES DE RESPONSABILIDADE FISCAL e até mesmo em IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, por ocasionar um custo tão alto aos cofres públicos do estado, tanto é verdade e legal esta denúncia que anos depois todos os MIL SETECENTOS E CINQUENTA E UM servidores demitidos na época, foram devidamente e legalmente reintegrados por decisão unânime do poder  judiciário, claro que todos tendo por direito a serem ressarcidos por todos os danos causados por Alexandre de Moraes devido a sua incompetência e irresponsabilidade que ocasionou um ÔNUS AOS COFRES PÚBLICOS em torno de R$80.000.000,00, (oitenta milhões de reais), situação esta que sequer é divulgada pela mídia.

Em que pese a péssima gestão quando Presidente da antiga FEBEM, essa mesma pessoa ALEXANDRE DE MORAES foi indicado para secretário de transportes do Estado de São Paulo, onde ocasionou um verdadeiro caos, situação esta comprovada pelas inúmeras reportagens da época, não bastasse tal nomeação, posteriormente, a mesma pessoa, o "todo poderoso" Alexandre de Moraes foi nomeado como secretário de segurança pública do estado, onde por sua vez ordenou que a polícia militar invadissem uma escola ocupada por alunos maiores e menores de idade, que reivindicavam simplesmente por seus direitos de ter uma merenda escolar, merenda essa que também foi cortada devido ao desvio de verba de mais um dos membros deste atual governo ditador PSDB, porém o secretário de segurança achou melhor ordenar que desocupassem o prédio ainda que fosse necessário do uso de força, tais como, bombas de efeito moral e tiros de balas de borracha, pior mesmo sem ter uma ordem judicial, é esse é o "TODO PODEROSO" que mesmo depois de deixar seus rastros sujos e de total incompetência por todas as secretarias estaduais em que passou, foi recentemente premiado com o cargo de Ministro da Justiça convidado por esse PMDBista que se diz ser presidente da república, sim o golpista MT.



Isso é uma vergonha...


"A Mudança de FEBEM para Fundação CASA"
SERÁ QUE MUDOU ALGO?

https://2.bp.blogspot.com/-iQbgW2KqdwQ/V3p0WqNnHrI/AAAAAAAAPWE/ojBnnusOqzYv9DEXvm6FxbYGAMZ-srxMwCLcB/s1600/download.jpg ÉPOCA DA EXTINTA FEBEM
                                               Imagem extraída do Google
https://2.bp.blogspot.com/-wMP4VVLQoE0/V3p0a1tS-VI/AAAAAAAAPWI/Sai5UsWXDFwXGuCgEXTuPHCbBaWY1G_NgCLcB/s1600/images.jpgÉPOCA DA ATUAL FUNDAÇÃO CASA
                                                 Imagem extraída do Google

Após tanta irresponsabilidade e incompetência da gestão do Alexandre de Moraes, Em meados de 2005/2006 aparece Berenice Maria Giannella, assume a presidência da FEBEM com o compromisso de fazer uma revolução na socioeducação do estado de São Paulo.

Trouxe com ela um grande número de funcionários da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), para ocuparem os cargos de confiança, cargos comissionados, segundo os servidores dizem ser “verdadeiros cabides de emprego”, os mesmos assumiram as direções dos centros de atendimento onde queriam ser melhores que todos, porém sem conhecimento algum em medidas socioeducativas para menores infratores em conflitos com as leis privados de liberdade, tentavam implantar o sistema de cadeia dentro das unidades de medida socioeducativa, foi quando começamos a ter o maior índice de rebeliões e agressões contra os servidores devido a todas as situações que ocorriam dentro das unidades onde os  diretores "SAPISTAS" achavam que tais situações deveriam ser resolvidas com a invasão do GIR (Grupo de Intervenção Rápida), grupo esse que é usado até os dias de hoje para intervir situações de riscos dentro de unidades prisionais do estado de São Paulo.

Pois bem, os mesmos invadiam as unidades de internação com o uso de forças moderadas, bombas de efeito moral, balas de borracha, tonfas (cassetetes), cães e com um corporativo que jamais teríamos para manter a ordem depois que eles se retirassem das unidades, ocasionando após as invasões uma chuva de processos administrativos contra os servidores que lá ficavam e que simplesmente cumpriam as ordens de seus superiores (Superintendência de segurança, Diretores regionais, diretores de unidades e coordenadores de equipes de segurança), sob ameaças de caso não cumprissem seriam demitidos ou transferidos para unidades distantes de suas residências, assim dificultando ainda mais a vida e o cotidiano dos servidores que trabalhavam exaustivamente devido aos internos descontarem nos servidores tudo que o (GIR) haviam feito com eles em tais intervenções.

Mas vamos lá, vendo que não havia dado certo tal medida de intervenção, voltaram a utilizar o Grupo de apoio da própria instituição, na época chamado de "Choquinho", grupo esse comandado por oficiais reformados da polícia militar, poucos meses depois ao perceber que o nome “FEBEM”estava muito vinculado aos grandes e diversos casos maus vistos pela sociedade e principalmente pela mídia, a atual a presidente da instituição resolve mudar a nomenclatura para FUNDAÇÃO CASA, achando que isso desvincularia a visão falida da maior instituição de medidas socioeducativas do país, abriu edital para novos concursos convocando novos servidores, porém até hoje não atende a necessidade do corporativo extremamente defasado até aos dias de hoje.

Essa atual gestão fechou o problemático complexo de unidades de internação do Tatuapé, no ano de 2007 Berenice ordenou que o complexo da Vila Maria fosse totalmente retomado pelos servidores que viviam como verdadeiros reféns nas mãos dos internos devido ao descaso do governo do estado e principalmente pela falta de funcionários para que assim pudessem dar conta de tantas atribuições, dentre elas as de manter a ordem e a disciplina dentro dos centros de atendimento, com isso, quase que todos os centros de atendimento eram indevidamente tomados e controlados pelos menores infratores que proibiam a entrada dos funcionários e os que eles permitiam a entrada os faziam de reféns, muitas das vezes os espancavam e cometiam atos sexuais a força (Atos de estupros) com agentes de pátio femininas e mulheres do setor da  saúde e do psicossocial, não que nos dias de hoje tenha acabado de vez com tais atos feitos por internos contra servidoras, porém diminuiu quase que em um todo quanto aos estupros, já quanto às agressões físicas e psicológicas contra os servidores isso tem aumentado a cada dia, inclusive com ameaças de morte e assassinatos de funcionários conforme a mídia tem mostrado quase que diariamente em suas reportagens.

Bem, retornando aos fatos, após a retomada do complexo Vila Maria, apostando na descentralização das unidades de internação e achando que os diversos problemas de tumultos, rebeliões, fugas e etc., uma grande quantidade de novos centros de atendimento foram inaugurados por todo o estado, porém foi puro engano, hoje temos por volta de cento e quarenta e oito centros de atendimento socioeducativo, temos uma imensa e crescente demanda de internos cumprindo medidas socioeducativas, mas esta atual e errônea gestão se esqueceram de que para tudo isso funcionar de acordo com as leis (SINASE, ECA e demais órgãos fiscalizadores do sistema), precisam viabilizar um número maior de servidores devido a altíssima defasagem corporativa da instituição.

Esses servidores precisam também de condições mínimas de trabalho interno, tais como uniformes padronizados, desde que sejam adequados as atribuições de cada setor, vestuários em números coerentes as necessidades e tamanhos dos internos, produtos de limpeza para o local físico de convívio dos internos e também para os locais de trabalho dos servidores, produtos de higiene pessoal para os internos que faltam constantemente ocasionando grande parte de inícios de tumultos (conforme denunciado em uma matéria dada por uma diretora sindical ao Diário de São Paulo), melhor material didático para que os educacionais do setor pedagógico possam exercer suas funções com êxito, uma melhor qualidade e uma maior quantidade de cursos profissionalizantes, melhores equipamentos para os agentes socioeducativos (EPIs) junto a uma uniformização e padronização dos mesmos, equipes de saúde 24 horas nos centros de atendimento para que não seja necessário o deslocamento em horários de alto risco, resguardando assim a vida e o bem estar tanto dos internos quanto dos agentes, evitando assim o altíssimo índice de fugas e resgates de internos, cursos de capacitações contínuas oferecidos tanto pela instituição quanto por empresas terceirizadas especializadas, facilitar e viabilizar condições para que seus servidores venham ter melhores qualificações em instituições que tenham cursos direcionados a nossas áreas de atuações, um plano eficaz de cargos e salários para que assim os servidores possam ter melhores provimentos com melhores benefícios, reconhecimento de quinquênio automático, enfim, precisamos de uma corregedoria que seja justa e imparcial(Corretiva e não punitiva) e de uma gestão que reconheça a necessidade e a verdadeira importância de seus servidores.

Pois enquanto tudo isso for ignorado pelo governo e por qualquer que seja a gestão, esta instituição poderá mudar de nomenclatura, poderá abrir centros e mais centros de atendimento e ainda assim não passará de um grande armazém de menores infratores que estarão dentro da instituição se aprimorando para que se tornem verdadeiros criminosos quando estiverem ao meio da sociedade ao invés de serem devidamente ressocializados como deveriam ser, conforme constam em SINASE, ECA e tantos outros órgãos e tantas outras legislações vigentes deste nosso país.

No entanto podemos concluir que a medida socioeducativa do estado de São Paulo tem mudado sim e muito, porém, de mal para pior devido a irresponsabilidade e omissão tanto do Governo quanto desta atual gestão desta importantíssima instituição, que ao meu ver é muito mal assessorada por sua diretoria técnica, por sua despreparada gerência de segurança (SAPista) e principalmente por sua corregedoria parcial e autoritarista que se acha acima de tudo e de todos inclusive das leis.


Fechamos insistindo com um grito de socorro de todos (as) servidores (as) deste falido sistema socioeducativo do estado de São Paulo, para que as autoridades competentes comecem a direcionar seus olhos e seus ouvidos para a sucateada socioeducação do estado de São Paulo, não aguentamos mais tanta ditadura e impunidade a sociedade e servidores solicitam uma CPI da socioeducação já.

E até lá que Deus nos abençoe.

                                          https://2.bp.blogspot.com/-qQlbRpFoafc/V3p4PXWziNI/AAAAAAAAPWU/F1rAYEDQHfwtUzAYMQIe_SbtwI7oB6tTACLcB/s320/hqdefault.jpg
Imagem extraída pelo Google
(servidores da Fundação CASA unidos por um sistema melhor)
Postagens mais antigas Página inicial

ADVOGADOS ESPECIALIZADOS EM AÇÕES TRABALHISTA, CÍVEL e PREVIDENCIÁRIO.

ADVOGADOS ESPECIALIZADOS EM AÇÕES TRABALHISTA, CÍVEL e PREVIDENCIÁRIO.
Faça valer os seus direitos, contrate um advogado Av: Celso Garcia,3976 sala 04 3° Andar,Tatuapé-CEP.03064-000 São Paulo-SP. Cel.-11-97441.7161.

FUNDAÇÃO NEWS

FUNDAÇÃO NEWS
Trazendo o conhecimento dos direitos de cidadania, denunciando as arbitrariedades políticas, lutando por justiça e melhor qualidade de vida aos cidadãos. Av: Celso Garcia,3976 sala 04 3° Andar,Tatuapé-CEP.03064-000 São Paulo-SP. Cel.-11-97441.7161

LA ANDRETTA

LA ANDRETTA
Não percam suas ações, contratem um perito judicial.

Espressione Publicidade

Espressione Publicidade
Publicidade, a alma do seu negócio, publique e vá além de sua imaginação,Soluções extraordinárias em publicidade "Não se esqueça, quem não aparece não é visto".

Conquista Saúde

Conquista Saúde
Atenção você do litoral paulista e região,Venha trabalhar conosco e seja um vencedor.

Faculdade de medicina chinesa EBRAMEC

Faculdade de medicina chinesa EBRAMEC
A primeira Faculdade de São Paulo especializada em Medicina Chinesa.

Postagens Populares

 

Abaixo Assinado

Abaixo Assinado
Obrigatoriedade da Contratação do Gestor de Segurança nas Empresas Privadas

Sobre

Minha foto
Sou um dos poucos que ainda gostam de seres humanos e que os respeitam como humanos e não como aqueles que os veem como máquinas do sistema podre e hipócrita em que vivemos nos dias de hoje.

Seguidores